Leonardsen

ISULPAR realiza inscrições para o processo seletivo de verão

Foto: Thiago Campos e Professor Ivan.

O Instituto Superior do Litoral do Paraná (ISULPAR) está com matrículas abertas para o processo seletivo de verão 2020. O diretor de graduação da instituição, Ivan Petry Maciel, conversou com nossa equipe e explicou os detalhes. Confira a entrevista na integra:

Foto: Thiago Campos, Professor Ivan e Cláudio Rodrigues.
Compartilhar:

Quadro Rota de Colisão do Programa Algazarra teve como entrevistado Marcelo Roque

Parte 1
Parte 2
Foto: Quadro Rota da Colisão na Algazarra com Marcelo Roque.

Prefeito de Paranaguá falou de sua trajetória na vida publica, os valores morais e éticos que recebeu de seu pai Mário Roque em vida como prefeito e dos desafios diários em gerir uma cidade do tamanho e da importância que tem Paranaguá no cenário estadual e nacional.

Compartilhar:

Polêmica da renda do jogo Rio Branco e Paraná Clube

O proprietário da empresa Conteúdo Publicidade, Eduardo Buffara, responsável pela bilheteria da partida entre Rio Branco e Paraná Clube falou, com exclusividade na 104 FM, sobre a polêmica envolvendo a arrecadação da renda da partida de estreia do Paranaense. Ele garantiu que todas as acusações que vem recebendo de que os valores não foram repassados ao clube são inverídicas. Garantiu que várias pessoas da instituição realizavam saques desde que os ingressos começaram a ser vendidos e que o desentendimento em relação aos valores são fruto da falta de organização do clube para a realização do evento.

Confira a entrevista do empresário Eduardo Buffara na integra:

Foto: Reprodução / Facebook Eduardo Buffara.
Compartilhar:

Novas placas de veículos padrão MERCOSUL serão obrigatórias a partir de 31 de janeiro

Foto: Reprodução / Veja – Marcos Lima.

Após sucessivos adiamentos, começa a valer a partir do dia 31 de janeiro a obrigatoriedade de uso da placa do MERCOSUL em todos os estados do país. O prazo atende ao estipulado na Resolução nº 780/2019 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), de julho do ano passado, que determina que as unidades federativas do país devem utilizar o novo padrão de Placas de Identificação Veicular (PIV).

Desde a decisão pela adoção da placa do MERCOSUL, a implantação do registro foi adiada seis vezes. A adoção do sistema de placas do MERCOSUL foi anunciada em 2014 e, inicialmente, deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais a implantação foi adiada para 2017 e depois, adiada mais uma vez para que os órgãos estaduais de trânsito pudessem se adaptar ao novo modelo e credenciar as fabricantes das placas.

As novas placas já são utilizadas na Argentina e no Uruguai. A previsão é que em breve comecem a valer também no Paraguai e na Venezuela. Dos 26 Estados brasileiros, já aderiram à nova PIV Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Rondônia.

NOVA PLACA

A nova placa será obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio da placa, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira.

A nova placa apresenta o padrão com 4 letras e 3 números, o inverso do modelo atualmente adotado no país com 3 letras e 4 números. Também muda a cor de fundo que passará a ser totalmente branca. A mudança também vai ocorrer na cor da fonte para diferenciar o tipo de veículo: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.

Todas as placas deverão ter ainda um código de barras dinâmico do tipo Quick Response Code (QR Code) contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade

Compartilhar:

Inscrições para o sistema de seleção unificada (SISU) abrem hoje (21)

Foto: Reprodução / INEP.

O Sistema de Seleção Unificada (SISU) abre, nesta terça (21), o calendário dos processos seletivos que usam o Enem como critério de seleção. Neste semestre, o SISU vai ofertar 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas em todo o País. O prazo para se inscrever, foi ampliado e vai até o domingo. Os resultados serão divulgados no dia 28 de janeiro.

No Paraná são 11.270 vagas em quatro instituições federais e mais cinco estaduais. O maior número de vagas é da Universidade Tecnológico Federal do Paraná (UTFPR), que oferta 4.542 vagas neste ano. A Universidade Federal do Paraná (UFPR), que na semana passada divulgou o resultado do seu vestibular, ainda tem mais 1.228 vagas pelo SISU.

A Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) tem 823 vagas neste sistema, e a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), mais 496 vagas no SISU.

ESTADUAIS

Entre as universidades estaduais, são 586 vagas na Universidade Estadual de Londrina (UEL), 307 na Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), 1.506 na Universidade Estadual do Paraná (Unespar), 552 na Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) e 1.230 na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste).

COMO  CONCORRER

Para concorrer, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019 e não ter zerado a redação. Gratuito, o procedimento deve ser feito na página do SISU na internet. Como há o uso da nota do Enem, o Ministério da Educação (MEC) resolveu dar mais tempo para solucionar todos os problemas com as correções das provas

Compartilhar:

Oportunidades exclusivas Menna Barreto

Foto: Divulgação Menna Barreto.

Concorra a 1 BOLSA DE ESTUDOS para o curso de Enfermagem no Menna Barreto – Unidade São José dos Pinhais, Paranaguá ou Araucária. Para participar é fácil: basta seguir os requisitos abaixo e pronto, você estará participando do sorteio.

Requisitos:

1 – Curta e compartilhe essa publicação (em modo público);

2 – Marque 2 amigos na publicação;

3 – Curta a nossa página (Menna Barreto);

4 – Entre no link https://www.sorteiefb.com.br/tab/promocao/740836 e clique no botão ” QUERO PARTICIPAR”

O sorteio será realizado no dia 22/01. Não perca tempo e participe agora mesmo!

REGULAMENTO

O sorteio é válido apenas para moradores da cidade de São José dos Pinhais/PR, Paranaguá ou Araucária, caso o sorteado seja de outra cidade, será anulado e sorteado novamente. O prêmio é intransferível, podendo ser utilizado apenas pelo próprio ganhador. O sorteio será realizado dia 22 e será postado o resultado no dia útil seguinte (23/01). Para resgatar a bolsa, o (a) ganhador(a) deverá cumprir os requisitos: Ser maior de 17 anos, ter histórico escolar com Ensino Médio concluído ou cursando o 3º ano do Ensino Médio.

Promoção válida para não alunos.

Compartilhar:

Paraná é um dos poucos estados que cobram IPVA de veículos com mais de 15 anos

Foto: Reprodução / Detran-PR.

Se você é dono de um automóvel com mais de dez anos de estrada, dependendo do lugar do país onde mora, pode pagar alíquota de IPVA de até 4% ou não pagar nada. O Paraná está entre uma minoria de estados que tributa a propriedade de automóveis com mais de 15 anos. A isenção, aqui, só acontece a partir de 20 anos de uso. Antes disso, todos pagam alíquota de 3,5%, uma das mais altas do país, o que faz com que o Paraná seja o terceiro estado que mais arrecada com o imposto.

As regras são variáveis e cada estado que têm suas próprias condições para a isenção de IPVA. Dos 27 estados brasileiros, a maioria deixa de cobrar IPVA a partir dos 15 anos de fabricação do veículo. São 17 nessa faixa: Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

A menor marca pertence a quatro unidades da federação, Acre, Goiás, Rio Grande do Norte e Roraima, com a cobrança extinta após 10 anos de produção. Alagoas, Rio Grande do Sul e São Paulo estão juntos com o Paraná, com isenção a partir dos 20 anos de fabricação. Solitário na lista está Santa Catarina, que isenta somente a partir dos 30 anos.

Compartilhar: