Pontal do Paraná decide “fechar” no feriado de Corpus Christi

Foto: Reprodução / Franklin de Freitas

O município de Pontal do Paraná anunciou nesta segunda-feira (8) que irá “se fechar” no feriado de Corpus Christi. Dessa forma, a partir de amanhã e até o domingo o acesso à cidade estará impedido para não moradores, inclusive com a montagem de barreiras policiais nas entradas para o município.

Segundo nota publicada pela Prefeitura de Pontal do Paraná, a medida atende indicação feita pelo Comitê de Crise e foi determinada ontem, por meio do Decreto nº 8.727. “A Operação visa o maior controle e prevenção ao aumento de casos de Covid-19. O acesso será permitido mediante comprovante de residência, trabalho ou emergência médica”, informa ainda o município.

Na justificativa para o fechamento das praias, a Prefeitura alega que o número de casos de Covid-19 “tem aumentado” e que a alta velocidade do contágio “tem implicado no saturamento do sistema de saúde em diversas localidades”. O boletim de ontem da Secretaria de Estado da Saúde mostrava que a cidade tem 12 casos confirmados.

A cidade com mais casos no Litoral é Paranaguá, que até ontem tinha 80 casos confirmados e quatro óbitos. Guaratuba conta com 28 casos e um óbito. Matinhos e Morrretes têm dez casos cada e nenhuma morte. Antonina conta com oito casos e sem morte. Guaraqueçaba tem um caso e um óbito no boletim.

GUARATUBA e MATINHOS

A Prefeitura de Guaratuba confirmou que fará barreira sanitária nos acessos à cidade, inclusive no ferry boat. Entretanto, mais detalhes sobre o quão rígida serão as regras para acesso ao município neste feirado só serão divulgadas nesta terça-feira (9), quando será tomada uma decisão definitiva.

Já Matinhos deve fazer uma barreira sanitária, mas sem proibir a entrada de visitantes. Uma barreira sanitária deve ser montada nos acessos à cidade, mas sem restringir a entrada. A Prefeitura de Matinhos deve medir a temperatura dos visitantes, que também devem preencher um questionário sobre as condições de saúde.

O primeiro feriado prolongado dentro da pandemia do novo coronavírus, o 1º de maio, teve muito movimento no Litoral do Estado. De acordo com números da Ecovia, concessionária que administra a BR-277 no trecho entre Curitiba e o Litoral, houve picos de 1.500 carros por hora no sentido Litoral, na sexta-feira, quando o normal é de 500 carros. Além disso, houve filas na PR-407, estrada que liga a BR-277 às praias de Pontal do Paraná.

Depois disso, alguns municípios fizeram barreiras sanitárias na entrada das cidades e proibiram o acesso à areia das praias. No Dia das Mães, o movimento já foi menor, até pelas restrições impostas pelas prefeituras do Litoral e por não ser um feriado com muitos dias seguidos.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *