Casos confirmados de coronavírus dobram no Paraná e suspeitos disparam

Foto: Reprodução / FolhaVitória.

Os casos confirmados de coronavírus no Paraná dobraram. Até o boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde de segunda-feira (16) eram seis os casos positivos. Já no boletim de terça-feira (17) os casos passaram para 12, com novos casos confirmados em Curitiba (2), Cianorte (1), Londrina (1), Campo Largo (1) e Pinhais (1).

Mas um boletim da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, no fim da tarde de terça, confirmou outros dois casos, que devem entrar a estatística do Estado nesta quarta (18) ou quinta (19). Assim, seriam 14 os casos no Paraná.

O Ministério da Saúde também divulgou uma atualização dos dados na tarde de terça, e mostrava um enorme salto dos casos suspeitos no Paraná. Eram 85 até segunda e foi a 240, nesta terça-feira. O aumento de casos suspeitos foi geral. No País, entre a segunda-feira e ontem, os números foram de 2.064 para 8.819, quase quatro vezes mais.

“A diferença dos casos suspeitos é porque existia em vários estados e que não estavam sendo validados muito provavelmente a checagem manual. Afirmamos que era melhor utilizar o sistema automatizado. Mas é mais importante mostrar aumento de notificação do que ficar só nos 2 mil casos”, afirmou Júlio Croda, da equipe do Ministério da Saúde.

No boletim da Secretaria Estadual o número de casos suspeitos não estava atualizado por problemas no sistema do Ministério, informou a Secretaria.

PRIMEIRAS MORTES OCORREM EM SÃO PAULO E NO RIO DE JANEIRO

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, confirmou a primeira morte por Covid-19 em São Paulo. Trata-se de um homem de 62 anos, que estava no grupo de risco da doença – tinha mais de 60 anos, diabetes e hipertensão. Mas não se sabe a origem da contaminação nesse caso. “Em quase 300 casos tivemos primeiro óbito. Não podemos falar isso porque podemos ter seis óbitos amanhã (quarta-feira, 18). Não temos condição de falar a letalidade. Brasil é um país jovem, vamos ver como isso funciona”, declarou. O ministro voltou a alertar que o número de casos deve continuar subindo, e muito.

Mais tarde, o Rio de Janeiro confirmou uma oitra morte por coronavírus: um homem de 69 anos que estava no Hospital Icaraí. Ele teve quadro iniciado no dia 11 de março; posteriormente, desenvolveu pneumonia, insuficiência respiratória aguda e sofreu um choque séptico. Ainda segundo o Hospital Icaraí, a contaminação veio através do enteado da vítima, que esteve em Nova York (Estados Unidos) e foi testado positivamente para a covid-19.

No litoral são dois casos suspeitos em matinhos e Guaratuba tem o primeiro caso suspeito de coronavírus.

A Prefeitura Municipal de Guaratuba por meio da Secretaria Municipal da Saúde informa que na tarde de ontem recebeu no Pronto Socorro um paciente com 67 anos, com sintomas de infecção com o novo coronavírus, que informou ter tido contato com pessoas vindas do exterior.

Tão logo adentrou o Pronto Socorro foi atendido e, identificados os sintomas, a equipe de saúde cumpriu todos os protocolos para atendimento da COVID-19, levando-o para o Hospital Regional do Litoral, em Paranaguá, onde foi realizado o exame para confirmar ou descartar a doença.

O material colhido foi encaminhado para o Laboratório Central do Estado do Paraná – LACEN, cujo resultado será divulgado logo que concluso.

O paciente passa bem, segue internado com todo o suporte do Hospital Regional. A família e pessoas que tiveram contato com ele foram colocadas em quarentena. Ou seja, devem se manter em isolamento social até que saia o resultado, que, se for confirmado, deverá mantê-los em isolamento por 14 dias.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *