Campanha entre a Prefeitura de Paranaguá e o Ministério Público aborda a importância da Doação de órgãos

A Prefeitura de Paranaguá, por meio das secretarias municipais de Comunicação (Secom), Educação e Ensino Integral (Semedi), Cultura e Turismo (Secultur) e Saúde (Semsap), através da iniciativa do Ministério Público do Paraná, iniciam a campanha “É doando que se vive” abordando a sociedade sobre a doação de órgãos.

Nesta quarta-feira, 21, acontecerá o lançamento da campanha no auditório da Secretaria Municipal de Educação e Ensino Integral, às 14h, com a presença do prefeito Marcelo Roque e da promotora Dr.ª Camila Adami Martins, da 4.ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, além do padrinho do projeto, o cantor Igor Brenaz.

(SONORA IGOR BRENAZ)

A promotora Camila Adami Martins, da 4.ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, idealizou a causa depois de ter conhecimento que 43% das pessoas que poderiam ser doadores de órgãos não chegam a doar porque as famílias se recusam.

(SONORA CAMILA)

A secretária de Educação e Ensino Integral, Vandecy Dutra, defende a ação e afirma que é preciso sensibilizar a sociedade a esta causa nobre. “Nossa equipe pedagógica preparou conteúdos especiais para os nossos pequenos, com o intuito de mostrar que devemos doar amor e pensar no próximo”, comentou. A Semedi, em 2017, já promoveu uma campanha similar sobre doação de medula óssea, por meio do Projeto Yossef – Doe Sangue, Doe Amor, Seja um Herói na Vida Real.

Para a campanha “É doando que se vive”, a professora Francielle Heiffer desenvolveu atividades pedagógicas, além de elaborar um gibi, e em conjunto com a professora Gisele Ribeiro, criaram um teatro lúdico para as crianças.

Para a secretária de Comunicação Social, Camila Roque, é relevante a divulgação da ideia.

A Secretária de Saúde  Ligia Regina de Campos Cordeiro falou sobre esta parceria e da importância de comunicar a família sobre ser um doador.

(SONORA LÍGIA)

O portal www.doandoquesevive.com.br, o vídeo institucional da campanha, além dos conteúdos sonoros e artes foram desenvolvidos pela Secom. Os jornalistas Osvaldo Capetta e Flávia Adans produziram uma reportagem digital hospedada no site, e o jornalista Emanuel Andrade roteirizou e dirigiu a campanha audiovisual junto ao diretor de fotografia Rafael Pinheiro que ainda contou com a colaboração do estagiário João Vitor Crisanto. Já a publicitária Maria Eduarda Jorge desenvolveu o conceito e elaborou as artes.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *